ExploraSampa
Você está aqui:  / Cultura / Junior Lima traz olhar poético sobre viagens na exposição Faces

Junior Lima traz olhar poético sobre viagens na exposição Faces

Junior Lima é um artista que conquistou números impressionantes no show business brasileiro, isso ninguém pode duvidar. Mas o que muita gente parece questionar é seu talento, ainda enxergando a dupla infanto-juvenil que formou com a irmã Sandy por 17 anos.

O garoto que trocou a pacata Campinas pela agitada São Paulo, cresceu, se especializou na generalidade das coisas e se tornou mais multitarefa e multifacetado que antes. Na música, já tocou rock, pop, eletrônico, soul e funk, além de cantar. Na dramaturgia já fez filmes, novelas e seriados. Nos bastidores, já dirigiu videoclipes, CDs, DVDs e shows. Já fez trilha sonora pra teatro e hoje é apresentador de um programa, Vevo Sessions, transmitido pela internet.

E porque, mesmo assim, tanta gente tem dificuldade de enxergar esse crescimento e talento?

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata - Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata – Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

 

A exposição de Junior Lima que vai muito além dele mesmo

Depois de conferir a exposição Faces, que o músico preparou junto com o artista André Gonzaga Dalata para a Luis Maluf Art Gallery, nos Jardins, a conclusão do ExploraSampa é que simplesmente as pessoas se recusam a enxergar por puro preconceito.

As fotos foram tiradas em viagens do artista durante seu noivado e lua-de-mel com a modelo Monica Benini, por locais cheios de significado como Fernando de Noronha (Brasil), Utah (Estados Unidos), Camboja, Laos, Indonésia e Tailândia (Ásia). Caminhando entre paisagens bucólicas e cenas urbanas, Junior Lima transforma viagem em poesia visual com cliques surpreendentes.

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata - Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata – Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

O músico de 31 anos começou a expor já há algum tempo sua paixão e conhecimento por fotografia em sua conta no Instagram. Mas não tinha ainda tomado coragem pra bancar uma mostra com fotos feitas com câmera profissional.

“Fotografo há uns dez, onze anos. Consegui dividir com as pessoas parte deste meu hobby quando montei minhas redes sociais. Me empolguei e agora quero externar este material de forma impressa e analógica, convidando mais gente para olhar o mundo do modo que eu enxergo. Seja a natureza, as pessoas, os animais ou o cotidiano… A simplicidade, mesmo na grandiosidade”
Junior Lima

 

Para essa sua primeira exposição, Junior conta com a contribuição do artista e grafiteiro Dalata, que tem seu trabalho plástico bastante surrealista aplicado com tinta acrílica e spray sobre as fotos sem que nem a fotografia e nem a intervenção chamasse mais atenção do que a outra. Ambas tem o mesmo peso e se completam.

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata - Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata – Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata - Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata – Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Dalata é reconhecido por dar vida a objetos inanimados numa mistura de abstração e surrealismo encontrando, principalmente, expressões e rostos onde eles não existem.

Essas expressões, de alguma maneira também são o fio condutor da curadoria, feita pelo próprio Junior Lima em parceria com Cesar Ovalle. O olhar é o tema sob vários aspectos, seja do visitante, do fotógrafo ou das expressões extraídas de anônimos e animais. Uma das fotos mais intrigantes apresenta um macaco sentado encarando a lente, com um olhar penetrante.

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata - Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata – Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

 

A galeria Luis Maluf Art Gallery

São Paulo é reconhecida por Luis Maluf, um jovem empreendedor de 26 anos que anda movimentando a cena artística contemporânea na cidade, a capital mundial da arte urbana, indo além do grafite com um tipo de arte contemporânea bem paulistana: o pixo.

Foi desse ponto que nasceu a Luis Maluf Art Gallery, o espaço que leva o nome de seu idealizador e que promove a democratização da arte contemporânea, realizando eventos que gerem debates e discussões sobre a produção artística brasileira atual. A galeria foi inaugurada no início do ano, com uma exposição baseada na caligrafia de pixo bem no meio do bairro dos Jardins, quase na esquina com a Rua Oscar Freire, passarela de luxo e ostentação de compras na capital paulista.

Fachada da Luis Maluf Art Gallery - Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Fachada da Luis Maluf Art Gallery – Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Com o sucesso em promover artistas como Crânio, Francisco Rosa, Gasediel e Gen Duarte não só pelo Brasil como fora do país, a galeria de arte de Luis Maluf também começa a ser reconhecida por prestar um serviço de consultoria de produção e arte para esses novos artistas nos quais investe, representando aqueles que tem propostas que estão de acordo com o atual pensamento de poética contemporânea.

Em breve, o ExploraSampa publicará uma entrevista com Luis Maluf sobre esse cenário.
Enquanto isso, não perca tempo que a exposição vai só até o dia 10.

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata - Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

Exposição Faces, de Junior Lima e Dalata – Foto: Rafael Leick / ExploraSampa

 

Faces, por Junior Lima e André Gonzaga Dalata

De 16 de julho a 10 de agosto de 2015
Luis Maluf Art Gallery (site)
Endereço: Rua Peixoto Gomide, 1887, Jardins
Horário de funcionamento: terça a sábado, 11h às 18h

Rafael Leick

Rafael Leick

Editor em ExploraSampa
Paulistano, publicitário e gerente de projetos. Morou em Londres, é fascinado por conhecer pessoas e considera viajar o melhor jeito de explorar a si mesmo. Até hoje, pôs os pés em 21 países e mais de 50 cidades, escreve sobre isso desde 2009 no Viagem Primata e em 2014 lançou o Viaja, Bi!.
Rafael Leick

2 Comments

    • Rafael Leick

      /

      Valeu, Lia! A exposição tá bem legal mesmo! Ela vai itinerar, quem sabe não acabe indo praí?
      bjs

RESPONDER

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados ( obrigatório )